UCT Digital

Home » UCT Digital » Notícias » Rio: cresce o número de registros de assédio sexual no transporte público

notícias

28/05/2018

Rio: cresce o número de registros de assédio sexual no transporte público

As estatísticas do Instituto de Segurança Pública (ISP) apontam um aumento de casos de assédio sexual nos transportes coletivos e alternativos. Segundo matéria do jornal “O Globo”, no ano passado, foram 156 registros de violência sexual em ônibus, metrôs, vans e trens. Em 2014, foram 30.

Entre os dois anos, 399 episódios de violência sexual chegaram à polícia, um a cada quatro dias, em média. Deste total, o levantamento também revela:

  • casos de estupro (180)
  • tentativa de estupro (28)
  • importunação ofensiva ao pudor (163)
  • ato obsceno (28)

Se incluídos também os terminais de embarque, houve 31 casos de violência sexual em 2016 e 29, em 2017 (não constam estatísticas de anos anteriores). Confira a matéria completa: https://oglobo.globo.com/rio/aumentam-registros-de-abuso-sexual-no-transporte-publico-22723985.

Material gratuito para as empresas de ônibus

A Universidade Corporativa do Transporte (UCT) disponibiliza conteúdo didático para orientar os rodoviários, as empresas de ônibus e os passageiros.

Está disponível o cartaz para impressão, com informações sobre como fazer a denúncia. Ele foi elaborado de acordo com a Lei Estadual nº 7.856, de 15/01/2018, e, obrigatoriamente, deve ser fixado nos veículos das empresas de ônibus.

Para os rodoviários e passageiros, a UCT oferece acesso aos folhetos (colorido, preto e branco, frente e verso) que dão dicas para lidar com este tipo de situação.

Você pode assistir também aos melhores momentos do debate sobre o tema, realizado pela UCT, clicando no vídeo abaixo: