UCT Digital

Home » UCT Digital » Notícias » Campanha chama atenção para prevenção de acidentes do trabalho

notícias

26/04/2018

Campanha chama atenção para prevenção de acidentes do trabalho

Em 2003, a Organização Internacional do Trabalho (OIT) estabeleceu 28 de abril como o Dia Mundial de Segurança e Saúde no Trabalho.  A data marca a conscientização sobre o tema devido à explosão em uma mina de carvão, que deixou 78 trabalhadores feridos na cidade de Farmington, estado da Virgínia, Estados Unidos, em 1969.

As incapacitações e danos à integridade física dos trabalhadores causadas por acidentes e doenças do trabalho representam 4% do PIB. O que ultrapassa o valor de R$ 200 bilhões/ano somente no Brasil, aponta a Organização Internacional do Trabalho (OIT).

No Brasil, o cenário também traz um alerta. O adoecimento ocupacional e as quedas do trabalho em altura (por exemplo em plataformas elevadas, escadas ou andaimes) estão no principal radar da Campanha Nacional de Prevenção de Acidentes do Trabalho (Canpat). O objetivo é conscientizar a sociedade sobre a necessidade de prevenção de acidentes e adoecimentos que afetam os trabalhadores.

Segundo dados recentes do Instituto Nacional de Seguridade Social (INSS), foram concedidos 196.754 benefícios a trabalhadores, que precisaram ser afastados das atividades profissionais por mais de 15 dias, devido a algum problema de saúde, ocasionado pelo trabalho. A média foi de 539 afastamentos por dia.

A Canpat é realizada pelo Ministério do Trabalho (MT) em todo país e irá se estender durante o ano. De acordo com o órgão, serão divulgados:

  • materiais sobre trabalho em altura;
  • cartilha sobre manutenção em fachadas;
  • manual consolidado explicativo sobre a NR-35 (segundo a norma, todas as atividades realizadas acima de 2 metros do piso e com risco de queda podem ser consideradas trabalho em altura);
  • Guia de Procedimentos da Inspeção do Trabalho (Manual de Fiscalização do Trabalho em Altura e Manual de Fiscalização do Programa de Controle Médico e Saúde Ocupacional – PCMSO);
  • cartilha sobre adoecimento ocupacional, elaborada para orientar trabalhadores e empregadores sobre o tema.

Os materiais estão sendo disponibilizados no site da Escola Nacional da Inspeção do Trabalho.

Assista ao vídeo da campanha: