UCT Digital

Home » UCT Digital » Blog UCT » A sintonia de uma equipe

blog UCT

17/10/2017

A sintonia de uma equipe



Patrícia Bispo - jornalista especialista em Gestão de Pessoas

Você vai ler:

  • As pessoas precisam umas das outras.
  • Os relacionamentos na empresa.
  • Sintonia na equipe de trabalho.

O ser humano precisa da companhia de outra pessoa para garantir a sua sobrevivência.  Isso ocorre desde o nascimento (quando o bebê depende da mãe), na escola (ao adquirir novos conhecimentos com colegas e professores), ao constituir uma família (quando busca alguém com quem se identifique para compartilhar seus sonhos) etc.

Nas empresas, também é necessária tal convivência, mesmo quando alguns profissionais se sentem autossuficientes e até insubstituíveis. Na prática, a “dependência” entre colegas de trabalho pode ser percebida facilmente, basta prestar atenção à rotina corporativa. Todas as pessoas que trabalham numa mesma empresa mantêm algum tipo de relacionamento, seja de forma quase imperceptível ou de uma maneira mais intensa.

Na sua sala, junto com a sua equipe, é preciso saber compartilhar, conversar com os colegas, aceitar sugestões e também opinar no momento certo. A sintonia entre os membros de uma equipe determina, por exemplo, se um projeto terá ou não êxito. Por isso, é necessário reconhecer que você não é o superprofissional e precisa compartilhar sua rotina de trabalho com os colegas da área. Escutar o que os outros falam, pensame questionam sobre determinados assuntos é fundamental, principalmente se o seu objetivo é o crescimento profissional.

Lembre-se de que as competências comportamentais são observadas nos processos seletivos e também pelos gestores. Nesse contexto, os destaques são espírito de equipe, administração de conflitos, bom humor, capacidade de fornecer e receber feedback, flexibilidade para se adaptar às mudanças, sinergia, assertividade, entre outros.

Por esse motivo, é bom ficar atento para perceber se você realmente faz parte da equipe ou é um “peixe fora d’água”. Talvez, isso ocorra porque criou barreiras que impedem os seus colegas de trabalho de compartilharem as novidades da empresa, de repassarem informações importantes para as suas atividades ou mesmo de incluí-lo nos momentos de descontração que ocorrem na sua sala e passam totalmente despercebidos por você.

Lembre-se:

  • Conviver com outras pessoas é uma questão de sobrevivência.
  • A disponibilidade para compartilhar fortalece a equipe.
  • Aprenda a ser um profissional participativo.

E você:

  • Como se autoavalia na companhia de colegas?
  • O que faz para compartilhar a sua rotina de trabalho?
  • Que benefício garante no convívio em equipe?
É expressamente proibida qualquer reprodução sem autorização prévia por escrito.
© Todos os direitos reservados.
www.rh.com.br

Os mais lidos