Administração

Home » Administração

Fazem parte profissionais que conduzem a força de trabalho; gerenciam e controlam resultados; administram a cadeia de suprimentos; apoiam o gerenciamento dos processos e das pessoas.

fique por dentro

│ VER TODOS
Gratuito!
Com certificação

Objetivo:

Proporcionar melhor entendimento do processo, conhecer as últimas alterações e tirar dúvidas.

Público-alvo:

RH´s das empresas de ônibus que fazem parte dos sindicatos filiados à Fetranspor

Carga horária:

8h

Período de realização / horário: 04/05/2017 - 8h às 17h

Local: Auditório Fetranspor (rua da Assembleia, 10 - 39ºandar - Centro. Rio de Janeiro - RJ)

Docente (s):

João Rodolfo, Analista de Projetos Educacionais da UCT/Fetranspor.

Período de inscrição:

Até 02/05/2017 - Turma na PGA: 12.919.

Gratuito!
Com certificação

Objetivo:

Atualizar os participantes com as mais recentes alterações das legislações contábil/tributária, em especial as introduzidas pelas Leis nºs 11.638/2007, 11.941/2008 e 12.973/2014, à luz da IN nº 1.515 RFB/2014 e demais atos normativos correlatos, bem como da jurisprudência administrativa e das decisões dos tribunais (TRF’s, STJ, STF).

Público-alvo:

Contadores, advogados tributaristas, administradores, analistas fiscais e gerentes contábeis.

Carga horária:

8h

Período de realização / horário: A DATA MUDOU PARA 07/06/2017 - 9h às 18h

Local: Auditório da Fetranspor - Rua da Assembleia número 10, andar 39 - Centro - Rio de Janeiro (RJ)

Ementa:

Parte I
Contabilidade Comercial (Societária). Aplicação obrigatória do padrão contábil internacional (IFRS) às grandes, médias e pequenas empresas. Principais alterações contábeis a partir de 2008. A NBCTG 1000 e a “Contabilidade das Pequenas e Médias Empresas”. Flexibilização da NBC TG 1000 para 1º/01/2013. Ajustes a Valor Justo (AVJ). Ajustes a Valor Presente (AVP). Ativo Não Circulante. Ativo Imobilizado e Ativo Intangível. Contas Retificadoras do Ativo. Redução ao Valor Recuperável do Ativo (Impairment). Depreciação, Amortização, Exaustão. Amortização de Ágio/Deságio.

Parte II
Métodos e critérios contábeis vigentes em 31/12/2007. Vigência e Fim do Regime Tributário de Transição (RTT). Contabilidade Societária (ECD) X FCONT. Métodos e critérios contábeis instituídos pela Lei nº 12.973/2014. Adoção inicial obrigatória a partir de 1º/01/2015. Opção pela adoção inicial a partir do ano-calendário 2014. IN nº 1.700 RFB/2017 e a consolidação da legislação normativa. Condições para a neutralidade tributária dos efeitos das Leis nºs 11.638/2007 e 11.941/2009. Diferenças do Ativo e do Passivo. Controle por Subcontas na Adoção Inicial. Ajustes no e-LALUR e no e-LACS.

Parte III
Receita Bruta. Receita Líquida. Conceitos. Bases de Cálculo do IRPJ e da CSLL. Lucro Real (IRPJ). Resultado Ajustado (CSLL). Ajustes do Lucro Líquido no e-LALUR e no e-LACS. Anexo I da IN nº 1.700 RFB/2017 (Tabela NÃO exaustiva das Adições). Anexo II da IN nº 1.700 RFB/2017 (Tabela NÃO exaustiva das Exclusões). Compensação de Prejuízos Fiscais (IRPJ). Compensação de Bases Negativas (CSLL). Prejuízos Não Operacionais. Ativo Imobilizado e Ativo Intangível. Ajuste ao Valor Recuperável (Impairment). Anexo III da IN nº 1.700 RFB/2017 (Taxas Anuais de Depreciação). Amortização de Ágio/Deságio. Venda de Bens do Ativo a Longo Prazo. Regras previstas somente na legislação do IRPJ. Regras previstas somente na legislação da CSLL.

Parte IV
PIS/PASEP e COFINS. Regime Cumulativo. Regime Não Cumulativo. Regras vigentes a partir da Lei nº 12.973/2015. Receitas Financeiras e a polêmica do restabelecimento das alíquotas positivas. Projeto de unificação das alíquotas.

Parte V
Rendimentos de sócios. Retiradas Pró-labore. Juros s/Capital Próprio. Lucros e Dividendos.

Parte VI
Obrigações Acessórias. SPED. IN nº 1.420 RFB/2013. Escrituração Contábil Digital (ECD). Extinção do LALUR, do FCONT e da DIPJ. IN nº 1.422 RFB/2013. Escrituração Contábil Fiscal (ECF).

Pré-requisitos:

Trabalhar no sistema Fetranspor, RioPar e nos sindicatos das empresas de ônibus, filiadas à Fetranspor.

Docente (s):

Dra. Tercia Maciel Gomes: advogada tributarista; contabilista; assessora do Sincodiv-RJ e CEO da Luter Treinamento, Consultoria, Planejamento e Editora Ltda.

Período de inscrição:

Até 05/06/2017 - Turma na PGA: 12.915.

Gratuito!
Com certificação

Objetivo:

Promover a cultura da Qualidade nas empresas do sistema Fetranspor, preparando seus líderes para a aplicação do Modelo de Excelência da Gestão – MEG. A partir desta ação, a Fetranspor pretende contribuir para o desenvolvimento de elevados padrões de gestão nas empresas associadas, estimulando novas perspectivas e soluções na administração das empresas de transporte de passageiros.

Público-alvo:

Gestores ou profissionais que possam liderar a aplicação do Programa Excelência da Qualidade em termos de mudança ou melhoria de processos empresariais.

Carga horária:

152h/a

Período de realização / horário: A definir

Local: A definir

Ementa:

1. Modelo de Excelência da Gestão – MEG (16h presenciais / 8h na empresa)
1. Principais sistemas de gestão normalizados e seus objetivos;
2.Histórico do Modelo de Excelência da Gestão – MEG;
3.Fundamentos da excelência;
4.Estrutura sistêmica do MEG, critérios e itens;
5.Autoavaliação com base no MEG;
6.Prêmios de excelência lastreados no modelo;
7. Associação entre o MEG e as normas de sistemas de gestão (ISO 9001, ISO 14001, OHSAS 18001).

2. Gestão por processos (16h presenciais/ 16h na empresa)
1. Conceito de processo;
2. Componentes de um processo;
3. Hierarquia de processos (macroprocessos, processos, subprocessos)
4.Estabelecimento da cadeia de processos de uma organização;
5.Mapeamento, padronização e melhoria;
6.Classificação de processos no MEG;
7.Utilização de Acordos de Nível de Serviço na cadeia cliente/fornecedor interna.

3. Especificação do padrão de serviços (8h presenciais/ 8h na empresa)
1.Etapas do planejamento da qualidade dos serviços;
2.Metas estratégicas da qualidade;
3. Identificação, priorização e desdobramento das necessidades dos clientes;
4. Tradução em indicadores;
5. Referências para definição do padrão de serviços;
6.Desenvolvimento de características de processos para atendimento ao padrão.

4. Estrutura para mensuração de resultados (16h presenciais/ 16h na empresa)
1. Conceito e metodologia de desenvolvimento de indicadores;
2. Principais modelos de estrutura de indicadores;
3.Balanced Scorecard;
4.Referenciais comparativos de desempenho;
5. Requisitos de partes interessadas;
6.Papel da estrutura de indicadores no MEG.

5. Cultura organizacional e fundamentos da excelência (16h presenciais/ 16h na empresa)
1. Conceito e níveis de cultura;
2. Efeitos da cultura organizacional no desempenho das organizações;
3. Processo de formação e mudança;
4. Pressupostos culturais subjacentes aos Fundamentos da Excelência;
5.Metodologia para diagnóstico da cultura e identificação do “gap” frente aos Fundamentos da Excelência;
6. Papel do líder na eliminação do “gap”.

6. Papel da liderança na gestão para a excelência (8h presenciais/ 8h na empresa)
1. Processos gerenciais de liderança;
2.Fundamentos do processo de mudança;
3.Gestão de Mudanças;
4.Plano de alinhamento da cultura organizacional;
5.Plano de melhoria das práticas de gestão;
6. Avaliação do curso.

Metodologia:

O curso tem coordenação pedagógica da ANTP, contando com corpo docente especializado.

Período de inscrição:

A definir

INSCRIÇÕES EM BREVE
Gratuito!
Com certificação

Objetivo:

Conscientizar e formar todos aqueles interessados nas questões ambientais relacionadas ao setor de transporte rodoviário de passageiros.

Público-alvo:

Qualquer profissional de Sindicato ou empresa de transporte de passageiros do estado do Rio de Janeiro.

Carga horária:

56h/a

Período de realização / horário: Por ser online fica a critério de cada participante/interessado

Local: Site da UCT

Ementa:

Módulo 1 – Introdução
Conceitos gerais de meio ambiente
Módulo 2 – Desenvolvimento Sustentável
Como surgiu este conceito e como ele transformou a conscientização ambiental ao redor mundo.
Módulo 3 – Impactos Ambientais
O que são impactos ambientais, quais são os principais impactos ambientais relacionados ao setor de transporte rodoviário e qual deve ser o papel das empresas no que tange ao controle e minimização destes impactos.
Módulo 4 – Gestão Ambiental
A importância da gestão ambiental, como ela evoluiu ao longo dos anos, além de apresentação dos distintos modelos de gestão ambiental pública e privada.
Módulo 5 – Licenciamento Ambiental
O que é o licenciamento ambiental, qual é a sua importância e como ele é realizado.
Módulo 6 – Mobilidade Sustentável
O que é mobilidade sustentável, qual é a sua importância e como a mobilidade sustentável pode melhorar a qualidade de vida da população.

Metodologia:

on-line

Pré-requisitos:

Ser profissional do Sistema Fetranspor (Sindicato ou empresa de transporte de passageiros do estado do Rio de Janeiro).

Período de inscrição:

Basta acessar o link em Autodesenvolvimento / Curso online.

Gratuito!
Com certificação

Objetivo:

Preparar contadores para os procedimentos e exigências relacionadas às Auditorias Contábeis e orientações sobre Planos de Contas e respectivo Manual de Contabilidade aplicável aos Consórcios – DECRETO 40.877, de 10 de novembro de 2015, da SMTR. Além disso, apresentar os conceitos e objetivos de auditoria externa e os mais relevantes procedimentos e normas de auditoria aplicáveis às empresas do setor de transporte e fornecer os parâmetros básicos para que as empresas estejam preparadas para atender os auditores externos.

Público-alvo:

Profissionais da área contábil das empresas de ônibus do estado do Rio de Janeiro.

Carga horária:

56h/a

Período de realização / horário: É definido de acordo com a demanda da empresa.

Local: É definido de acordo com a demanda da empresa.

Ementa:

Princípios e Normas brasileiras e internacionais de Auditoria
Objetivos da Auditoria Externa
Plano de Auditoria
Planejamento da Auditoria
Procedimentos de Auditoria
Áreas significativas de exame
Testes de Controles Internos
Teste de saldos (Testes Substantivos)
Papéis de Trabalho de auditoria
Objetivos das revisões intermediárias
Pareceres de Auditoria e seus reflexos
Relatórios de Pontos de Controle
Relatórios de Revisão Intermediária
Relatórios de Conciliações contábeis com Relatório Diário de Operações-RDO

Metodologia:

Aulas expositivas com aplicação de conceitos e casos práticos.

Pré-requisitos:

Atuar na área contábil das empresas de ônibus.

Docente (s):

Edson Mothé da Rocha, mestre em Economia Empresarial, com experiência acadêmica de 30 anos, nos cursos de pós-graduação em Gestão e Finanças da FGV, IBMEC, FDC e Trevisan. Também atuou nos cursos ministrados pelo Conselhos Federal e Regional de Contabilidade; no Instituto Brasileiro de Contadores (Ibracon) e em cursos para Vale, Petrobras, Bradesco, Itaú, Siemens, Ampla, entre outras empresas.

Período de inscrição:

É definido de acordo com a demanda da empresa.

INSCRIÇÕES EM BREVE